23 de ago de 2010

Eu não tenho medo de ter medo, eu tenho medo é de ficar parada

Viajo para Santos essa noite e meu corpo físico está sendo o perfeito reflexo de meus medos.

Minhas frases no twitter há poucos minutos atrás:

Tive todo tipo de pereba semana passada. Elas foram um consciente reflexo de meu enorme medo diante da viagem que virá.
Ainda estou um pouco apática quanto a ela...não consegui parar para perceber as belezas de Santos, acho que só estando lá mesmo
e confiando em mim mesma, conseguindo realizar. Estou esperando ansiosamente pelo momento em que a Lau capricorniana aparecerá
dominando os medos e indecisões da Lau mais frequente.
Certamente eu nunca trive tanto medo de alguma coisa do que o de ser independente, livre.
Sebastião da Gama dizia "é pelo sonho que vamos" e eu digo que é também pelo medo que vamos. Pelo medo de ficar estagnada, dominada.
Eu vou em frente, custe o medo que custar.
E quando eu voltar, vou ser alguém melhor.

13 de ago de 2010

Oi Tchau Eu sou teu gato preto


“Ele fixaria em Deus aquele olhar de esmeralda diluída, uma leve poeira de ouro no fundo. E não obedeceria porque gato não obedece. Às vezes,quando a ordem coincide com sua vontade, ele atende mas sem a instintiva humildade do cachorro, o gato não é humilde, traz viva a memória da liberdade sem coleira. Despreza o poder porque despreza a servidão. Nem servo de Deus. Nem servo do Diabo."
Trecho extraído do texto "Os Gatos" de Lígia Fagundes Teles

9 de ago de 2010

E hoje tudo começa outra vez...





Mas com um novo ânimo, com novos objetivos!!!

6 de ago de 2010

Brincadeira de roda


"Os nossos sonhos alimentam o nosso dia-a-dia e o nosso dia-a-dia alimenta os nossos sonhos."
A frase não era bem assim, mas foi desse jeito que ela me marcou.